Mensagem 012  

Ninguém quer se infeliz. Nenhum ser persegue a dor ou o sofrimento, mas o que a grande maioria dos irmãos não percebe é ser seu próprio algoz. 

Transformam-se a todo instante, palavras em dardos venenosos, atitudes em danosos movimentos contra si próprio e contra seus irmãos, desfechando sem parar pensamentos repletos de carga extremamente destrutiva e danosa.

Passam a todo momento diante de nossos olhos, cenas carregadas de ódio e revolta, que mesmo para aqueles mais preparados, torna-se difícil não se contaminar com as ondas negativas que circulam através deste e de outros planos de evolução.

O que fazer? Como agir? Como interagir sem se contaminar?

A vigilância constante é uma forma. Mas será que somos capazes de estar vigilantes todo o tempo?

Nada nesta caminhada de evolução é feito solitariamente. Até irmãos obsediados precisam de outras energias para interagir. Também aqueles que buscam o caminho do equilíbrio podem e devem procurar a companhia daqueles irmãos que afinam na mesma busca. Ninguém sendo melhor, maior ou infalível ou inatingível. Basta que busquemos a mesma sintonia de paz e de equilíbrio.Sabendo que somos todos iguais.

A nossa intenção é fundamental, mas somente ela não nos garante essa boa sintonia. Nossos atos e nossos pensamentos certamente norteiam nossa energia nessa busca do equilíbrio e da paz, criando assim afinidades, amigos verdadeiros que se preocupam com a melhora de todos. Essa sintonia nos dá sempre oportunidades para neutralizar essas energias contrárias e destrutivas que querem impedir a evolução de todos e buscam a estagnação energética do planeta.

Porque com a boa sintonia teremos a oportunidade de anular essas forças. Mas esse é um trabalho nosso, diário e assim, mesmo se muitas vezes viermos a escorregar, certamente, se nos fizermos leves, uma mão amiga estará em nossa direção, impedindo a nossa queda.

Falar no mal ou do mal não fará o mal menor. Buscar o Bem e estar no Bem, isso sim, garante o antídoto de que precisamos.

 

   Irmãos da Casa de Passagem

    

 Voltar