Kardek, Allan (Hyppolite Leon Denizard Rivail)                                 

  (Lion, França, 1804 – Paris, 1869)   

            Codificador do Espiritismo e pedagogo. Filho de um advogado, iniciou seus estudos em Lion, completando sua educação em Letras, Ciências e Medicina. Casou-se em 1832 com Amélia Gabrielle Boudet, sua colaboradora pelo resto da vida. Possuidor de uma inteligência penetrante e amplo espírito de observação. Bom linguista, Preparou cursos didáticos e textos para aulas de Ciência Físicas, Anatomia, e Astronomia. Em 1949 foi indicado para catedrático no Museu Polimático. Tinha 19 anos quando começou a ocupar-se com o magnetismo e mais tarde, tomou contato com o mediunismo. A partir daí, dedicou-se à difusão e codificação da causa espírita.

            Adotou o pseudônimo de Allan Kardec, nome que teria tido em uma encarnação anterior, ao tempo dos druidas, e publicou em 1856 o Livro dos Espíritos, sua obra fundamental que alcançou enorme difusão e converteu-se no texto básico de sua doutrina. Essa obra constitui o verdadeiro fundamento do Espiritismo, contendo os princípios da doutrina espírita sobre a imortalidade da alma, a natureza dos espíritos e suas relações com os homens. Por sua doutrina filosófica, método científico e moral universal, os ensinamentos espíritas de Allan Kardec obtiveram rápida difusão em todo o mundo, conquistando milhões de adeptos. Um fator característico de sua doutrina é a crença na reencarnação, bem como a adoção definitiva do termo Espiritismo.