Confúcio

  (551 a.c. – 479 a.c.

    Nasceu provavelmente em 551 a.C. na província de Lu, na China. Descendente de uma família da baixa nobreza chinesa, seu nome era Kung Fu Tse (Mestre Kung).

   Foram os jesuítas que no século XVII apresentaram  Kung Fu Tse ao  ocidente, dando-lhe o nome de Confúcio.

   Perdeu seus pais ainda criança e teve uma infância muito atribulada. Compreendeu muito cedo a importância do valor do verdadeiro contato com as outras pessoas, que transcendesse a simples aparência, como forma de trazer a paz de espírito aos homens, fazendo da fraternidade o caminho para a paz social.

   Com grande esforço intelectual e grande retidão moral, Confúcio obteve fama de grande professor, o que lhe permitiu alcançar alto cargo público, podendo assim colocar em prática suas idéias de reforma social, sendo reconhecido por isso, como grande administrador. Para Confúcio, os governantes deveriam não só cuidar das coisas públicas, mas também, garantir uma vida digna e feliz para o seu povo.

   Depois de uma fase conturbada em sua vida pública, em que manifestou grande decepção com governantes de diversos principados chineses, Confúcio, quase aos setenta anos, retornou a sua província natal, voltando a se dedicar ao magistério. Foi nesta época que escreveu seus principais textos.

   Morreu em 479 a.C.. Seus discípulos organizaram seus escritos e seus discursos, que formaram a base de sua escola filosófica, tão importante na China de hoje.