Blavatsky, Helena Petrovna Halm Fadéef de 

(Ekaterinoslav, Rússia, 1831 – Londres, 1891) 

            De origem nobre, alemã por parte de pai e russa por parte de mãe, pôde aliar à sua grande inteligência uma educação completa. Em 1848, aos 17 anos, casou-se com o general Nicephore V. Blavatsky, governador de Etivã, do qual se separou poucos meses depois, fugindo de casa. Numa de suas viagens pelo mundo, foi introduzida nas ciências ocultas por um ancião copta que conheceu no Egito. Em 1851, já em Londres, conheceu o mestre hindu que desde sua infância havia sido seu inspirador, que lhe encomendou a missão de fundar uma sociedade espiritualista de grande transcendência. Para isso, foi necessário que se preparasse adequadamente primeiro, começando assim seu período de peregrinações e aventuras, durante o qual aprendeu a controlar e desenvolver suas forças psíquicas através de experiências de extraordinária variedade. Em 17 de novembro de 1875, em Nova York, fundou, juntamente com o coronel Henry S. Olcott e outros, a Sociedade Teosófica (The Theosophical Society). Naturalizou-se cidadã norte-americana em 1878.

            Suas principais obras são: Isis Unveiled – A chave mestra dos mistérios da ciência antiga e moderna; A Doutrina Secreta, seu principal trabalho e síntese fundamental do ocultismo; A Voz do Silêncio; Glossário Teosófico; A Chave da Teosofia; e Narrações Ocultas entre outras. Foi fundadora das revistas The Theosophist (Adyar) e Lucifer (Londres) em 1879 e 1887, respectivamente.

                H. P. Blavatsky é a maior representante do ocultismo do final do século XIX. Transmitiu à cultura ocidental, doutrinas esotéricas orientais só conhecidas em certos lugares da Ásia. Através de suas obras, revelou a existência da hierarquia oculta, constituída de mestres da sabedoria, visíveis e invisíveis, que guardam e guiam o mundo, preservando o antiquíssimo conhecimento das mais profundas leis da vida e do universo. Muito atacada, com o passar dos anos, foi destacada a importância de seu trabalho em prol da elevação espiritual da humanidade.